segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Antes do menino





video



Antes do menino era assim,

Todos os dias eram sempre iguais
Nenhuma esperança eterna
Tudo passava para sempre
Os homens viviam sem um fim
 E outros morrendo sem saber
Sobre a esperança
A esperança insistia em se esconder
Nos bosques sem luz.

Antes do menino era assim,

O coração chorava sem ninguém ver
Dentro do peito uma coisa a moer
E o vazio crescia
Numa lenta e longa agonia
No jardim não tinha encantamento
A pétala era opaca
A flor quase sem cor
Como se vivesse em ressaca.
Vazia de odor.

Antes do menino era assim,

O vento não ventava o suficiente para balançar
Os galhos compridos das mangueiras
Não provocava o canto das arvores.
E os peixes quase não nadavam
As ondas se recusavam a banhar a praia.

Mas quando o menino nasceu
A natureza toda se alegrou.

Os ventos ventaram contentes
Colocando canto nas mangueiras
Provocando sons nos galhos compridos
Das arvores antigas
E suas folhas quando caiam
Deslizavam no ar como uma bailarina
Em uma dança suave e leve
Para homenagear o menino que nasceu..

Nos oceanos o mar balançava intrépido
Como um arco de violino tocando uma canção
Alegre.
As ondas vinham correndo molhar a praia
Dar boas vindas ao menino que nasceu.
O perfume das flores exalavam forte e o vento
Se encarregava de espalhar pelos jardins, pelas florestas,
Pelos vales e bosques um perfume de boas vindas
Pois o menino nos nasceu.




A esperança se renovou
Vigorosa se pôs a cantar
Pois o menino é a nova esperança
Que nos veio salvar.
E o governo esta sobre seus ombros
E seu nome será,
Maravilhoso,conselheiro, Deus forte
Pai da eternidade e príncipe da paz.



Quando o menino nasceu
Uma nova natureza sim nos deu.
Glorias e louvores a Jesus
Ao menino que nasceu.






Nenhum comentário: