quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O VIOLINO E O SOM QUE O ARCO DESPERTA.



Ouvi um som agudo como um pássaro calmo
um som quase cortante como um punhal
lépido, rápido como um beija-flor
um som angelical ,quase milagroso.


Cordas que gemem ao ser tocadas
tocadas com arco 
como se fosse um escultor 
transformando a madeira em arte 
usando  habilidosamente as ferramentes corretas.

Um pincel em contato com a tela
transforma as cores em notas
O arco fazendo caricia numa corda
produz sementes de sonhos, 
produz preces de agradecimento
 produz uma saudade 
de um lugar que ainda não foi visto
por nossos olhos sem bemóis.

Tocar a corda com  o arco 
é fazer o tempo mordaz        
parar de ser  fugaz 
num espaço que se desfaz.

Não há mais pesadelo 
em torno da corda e do arco. .
não há poema, nem poeta.
só o som que o arco desperta.

Nenhum comentário: