segunda-feira, 11 de outubro de 2010

cupula de um mosteiro

(contém citações de wladmir maiakovisk)

Tenho um sonho

que levarei comigo

como um apóstolo

através dos desertos

e caminhos íngremes.



Além do intenço calor

que me aflige

tuas palavras provocam frio

um frio que tolhe

como se beijasse com lábios

hereges a pedra fria

da cúpula de um mosteiro.



tú que me tomaste

atormenta minha alma

de delirios

aceita minha triste oferenda

pois talvez nunca mais

eu escreva nada

fuzilai-me e vês

que estou cravado no papel.

Um comentário:

Ana Maria disse...

linda poesia
adorei!!!!!
bjosss: ana maria